OCDE – Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI)

03 de maio de 2016
 |  Coordenação Sustentação DEIOP

O Inova/Seges/MP participou, pela primeira vez e falando pelo Brasil, da Reunião anual do grupo de representantes nacionais do Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).  O evento internacional foi realizado entre 02 e 04 de maio em Paris e a participação da equipe brasileira deu-se de forma inédita por videoconferência, sendo o único país a utilizar o recurso entre os mais de 20 países no evento.


Segundo o Diretor de Modernização Luis Felipe Monteiro, o convide da OCDE deu-se em virtude das ações implementadas pelo governo brasileiro desde 2015 no tema da inovação como a o Laboratório de Inovação em conjunto com a Enap, a articulação da Rede de Inovação “InovaGov” com outros 20 órgãos da esfera federal e a realização da Semana de Inovação em Gestão Pública realizada em dezembro de 2015 pelo Ministério do Planejamento, Enap e TCU.

A participação do Inova por meio de vídeoconferência foi o meio encontrado para permitir maior envolvimento da equipe do departamento e otimizar as despesas com deslocamento e viagens para o evento. “O resultado da experiência com a videoconferência foi muito positivo. Além de termos participado ativamente de todos as sessões do evento, sem nenhum prejuízo no trato das informações, não apenas um mas cinco membros da equipe do Inova puderam interagir com os representantes dos demais países sobre iniciativas de gestão de laboratórios e mecanismos para promoção da inovação nos governos”, afirma Luis Felipe.

No dia 02/05 foi realizada a “Expert Roundtable on Risk and Innovation”, com a participação de diversos países. Um dos aspectos de destaque foi a discussão sobre a necessidade de se transformar a incerteza em risco, pois riscos podem ser analisados e mitigados, enquanto incerteza diz respeito a fatores pouco conhecidos. Outra reflexão importante foi o fato de, apesar de um dos princípios do Design Thinking ser errar frequentemente e errar cedo, no serviço público, se você fizer isso, corre o risco de não ter mais a oportunidade de tentar de novo. Uma das possibilidades para contornar isso é o feriado normativo, ou seja, a criação de mecanismos legais que permitam desafiar a determinados dispositivos para inovar.


No dia 03/05, durante o encontro “Group of National Contact Points – GONCP”, 23 países apresentaram sucintamente suas principais ações na área de inovação no setor público, como governo aberto, dados abertos, portais, aplicativos e outros. Luanna Roncaratti apresentou algumas experiências do governo brasileiro, como o Laboratório de Inovação em Governo, a Rede de Inovação no Setor Público (InovaGov) e a Semana de Inovação em Gestão Pública. 
Na oportunidade, a OCDE convidou os países presentes para registrarem as experiências relatadas no site do Observatório de Inovação no Setor no Público. Aproveite a oportunidade e registre as inovações da sua instituição!
Innovate or die! 

Posts Relacionados

INOVAGOV

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick