Insights Comportamentais: Como os governos usam a ciência para melhorar suas políticas

21 de março de 2016
 |  Coordenação Sustentação DEIOP

No modelo econômico padrão, os tomadores de decisão deliberam cuidadosamente sobre todas as opções disponíveis e suas possíveis consequências, presumindo que as decisões das pessoas são completamente racionais. Contudo, na realidade, os seres humanos tomam decisões imperfeitamente. Somos frequentemente mais altruístas, menos objetivos e mais propensos a erros do que os economistas gostariam. Por isso, muitas vezes as decisões do governo não atingem os fins desejados.  É aí que entram os insights comportamentais.

Melhores resultados podem ser alcançados se levarmos em conta como os seres humanos se comportam de verdade, bem como entendendo por que eles se comportam dessa forma. Exemplos de políticas com design estratégico seriam aquelas que priorizam o incentivo, em vez da punição, para obter o comportamento desejado. Outra forma de conseguir isso é mudando as opções padrão, levando em conta a inércia do ser humano (por exemplo, se o governo deseja que mais pessoas sejam doadoras de órgãos, pode estabelecer que todos são doadores, a não ser que manifestem-se contrariamente).

A literatura sobre intervenções comportamentais ajuda a gerar hipóteses sobre o que pode funcionar em determinado caso. Todavia, é preciso testar o impacto das intervenções propostas de uma forma estruturada. Somente após o teste poderão os políticos tomar uma decisão baseada em evidências. Uma compreensão abrangente da teoria econômica comportamental é necessária para criar as hipóteses e intervenções a serem testadas. Além disso, criar intervenções que levem em conta uma hipótese testável sobre o comportamento das pessoas requer conhecimentos de design thinking centrado no ser humano. 

Como a economia comportamental é uma nova disciplina, a legitimidade do uso de tais intervenções para objetivos de política pública ainda está sendo debatida. Dessa forma, a adequação de cada intervenção deve ser definida caso a caso.

Para saber mais, visite a página do Centre for Public Impact: http://www.centreforpublicimpact.org/article/briefing-bulletin-behavioural-insights/

Posts Relacionados



0 Comentários

Deixe um comentário:

INOVAGOV

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick