Espaços de inovação em governo. Sonho ou realidade?

Espaços de inovação em governo. Sonho ou realidade?

18 de dezembro de 2017
 |  Adriana Aquini

Em 2015, participei da Semana de Inovação na Gestão Pública, evento realizado em Brasília/DF pelo Ministério do Planejamento. Neste evento, que trouxe para o Brasil palestrantes de diversos países, um dos temas mais debatidos foram os laboratórios de inovação em governo. Ao mesmo tempo que tudo era novidade para mim, descobri que estes espaços já eram uma realidade em diversos locais do mundo. Naquele momento, me interessei pelo tema e comecei a pesquisar mais sobre estes ambientes que têm o propósito de promover a cultura inovadora no setor público. Mas nunca imaginei que, em menos de 2 anos após o evento, inauguraríamos o nosso próprio espaço… se inspira aí na nossa história!

 

Em agosto de 2017, os Correios de Santa Catarina criou um espaço colaborativo para promover a inovação e o compartilhamento do conhecimento. Inspirado nos espaços de coworking e laboratórios de inovação em governo, o Connect foi projetado para ser um local de trabalho colaborativo e dinâmico, destinado a realização de eventos e atividades práticas que estimulem a criatividade, inovação e o livre fluxo de ideias.

No espaço, serão desenvolvidas atividades de formação com metodologias ativas de aprendizagem, aplicação de metodologias inovadoras e ágeis para soluções problemas (design thinking, design sprint, etc.) e ações do Programa Compartilhar – Gestão do Conhecimento. As atividades do Connect visam, assim, melhoria para os processos e negócios, maior integração entre as áreas e incentivo à inovação, estratégia presente no novo modelo de gestão dos Correios.

Desde a inauguração, diversas atividades já aconteceram no espaço, dentre elas visitas interinstitucionais. Em novembro, o Connect foi escolhido para fazer parte da Rota da Inovação do Programa HubGov 2018. Recebemos pessoas de instituições públicas de outras esferas do governo e Estados que estão envolvidas em projetos inovadores, e foi depois dessa visita que veio o convite de escrever aqui no InovaGov sobre a experiência de construir o Connect. Vamos lá então?

Espaços de inovação em governo. Sonho ou realidade? 2

Visita interinstitucional no Connect

 

Da ideia ao espaço físico – A ideia do Connect foi inicialmente concebida em novembro de 2016, quando três empregados participaram de uma Oficina de Laboratório de Inovação em Governo, promovida pela WeGov – Espaço de Aprendizado em Governo. No entanto, a implantação do espaço foi iniciada efetivamente em fevereiro de 2017, quando a UniCorreios – Universidade Corporativa dos Correios, formalizou a construção de espaços físicos, com o objetivo de fomentar a gestão do conhecimento, incentivar a geração de ideias e potencializar a inovação de processos, produtos e serviços da empresa.

A partir destes dois eventos, a equipe responsável pelo projeto começou a imaginar o espaço e criou uma planta. Considerando o cenário da empresa de redução de despesas, a equipe responsável pelo projeto pensou em duas estratégias para conseguir recursos para implantar o espaço: reaproveitamento de materiais já existentes e doações dos próprios funcionários.

Por meio de uma campanha interna entre os colaboradores da Superintendência Estadual/SC para arrecadação de materiais, adquiriu-se xícaras, paletes, colchão, papel de parede, almofadas, luminárias, cafeteira, livros, quadros, tinta, relógio, tapete, pneus, tecidos, puffs, entre outros.

Após o recebimento das doações, foi literalmente a etapa da equipe botar a “mão na massa”. Transformamos pneus e tecidos em puffs; papel contact colorido se transformou em decoração para mesas e portas; fitas isolantes coloridas e EVA geraram a decoração de uma das paredes que remete ao jogo do Pac-Man. O personagem central é o carteiro, que vai atrás de ícones que geram ideias e inovação, “fugindo” dos fantasmas que simbolizam as barreiras organizacionais para o desenvolvimento, como pessoas que sempre dizem que não vai dar certo, resistências, medos e burocracias. A parede em formato de quadro negro ganhou arte da Ette Estudio, que topou fazer o trabalho gratuitamente.

Espaços de inovação em governo. Sonho ou realidade? 3

Construção do Connect – mão na massa e reaproveitamento de materiais

Identidade visual do Connect: fizemos uma sessão de brainstorming para criar a ideia da logo do Connect. Após alguns ajustes, finalmente a arte foi escolhida e criada pela nossa estagiária de design, Gabriela Fernandes.

Espaços de inovação em governo. É possível implantar? 1

Símbolo do botão: ligar/dar início a algo novo e ter possibilidades de rever/ reiniciar/renovar.

Connect: significa conectar em inglês, remetendo à missão dos Correios que é conectar pessoas, instituições e negócios. Além disso, também foi escolhida a palavra por terminar em “ECT”, sigla da nossa empresa.

 

Evento de inauguração – A primeira atividade foi abrir o Connect para visitas do público externo, com a presença de representantes da Assembleia Legislativa de SC, Softplan, SENAI e WeGov. A programação do evento continuou no auditório, com uma roda de conversa com o tema “Essa tal de inovação… Dá para fazer?”. A roda foi mediada pelo engenheiro de produção dos Correios e entusiasta da inovação, Paulo Manoel Dias, com convidados abordando temas de extrema relevância. O diretor do SENAI/SC, Jefferson de Oliveira Gomes, abordou os impactos da indústria avançada; O gerente de Inovação e Novos Negócios da Softplan, Guilherme Tossulino, falou sobre os desafios do intraempreendedorismo; e André Tamura, fundador e diretor-executivo da WeGov, trouxe o tema transformação do setor público por meio da inovação.

Espaços de inovação em governo. Sonho ou realidade? 4

Recepção do público externo na inauguração

No período da tarde, a programação teve como foco o público interno. O Connect recebeu visita dos empregados, que fizeram um tour ao espaço. Instrutores e apoiadores do projeto conversaram com os visitantes sobre o uso do Connect e metodologias como design thinking e gamificação.

 

Entregas do Connect: 

  • Modelagem de processos.
  • Reunião de grupos de estudos e/ou de trabalho.
  • Planejamento e desenvolvimento de projetos.
  • Registro de lições aprendidas.
  • Gravação de Narrativas Técnicas.
  • Benchmarking ou Visita Técnica.
  • Reunião visando ao compartilhamento e criação de conhecimento com empregados, parceiros, clientes e convidados externos.
  • Criação de novos produtos e serviços.
  • Café do conhecimento.
  • Oficinas e reuniões de resolução de problemas.
  • Oficinas e reuniões com foco em inovação
  • Outras opções de uso que apliquem processos de Gestão do Conhecimento: aquisição, compartilhamento e cocriação.

 

E a história não acaba aqui não. Tem muita coisa ainda a ser feita, estamos finalizando a governança do espaço: política de uso, definição de indicadores, cronograma de eventos fixos, equipe de facilitadores, entre outros.

Penso que o “mais fácil” nesse projeto foi construir o espaço físico. O maior desafio ainda está por vir: tangibilizar a proposta de valor (entregas) do Connect , engajando as pessoas, principalmente a liderança, a utilizar o espaço e a inovação realmente acontecer. O que você acha?

Responsáveis pelo projeto:

Fernanda Rodrigues de Almeida – Coordenadora do Pólo de Educação/SC

Eduardo Pereira Machado

Renata Marcele Santore

Adriana do Nascimento Aquini

Julieta Kaoru Watanabe Wilbert

Paulo Manoel Dias

 

 

 

 

2

Posts Relacionados



2 Comentários

  • Izabel Garcia
    Izabel Garcia disse:

    Fantástico o relato, Adriana!! Achei muito legal vocês fazerem uma campanha interna pra arrecadar material. Mostra que dá pra fazer algo bem legal com muito pouco recurso! Participo da organização da Semana de Inovação desde sua primeira edição e fico muito feliz em ver iniciativas como essa se materializando, quer dizer que estamos no caminho certo! 😀

    • Adriana Aquini
      Adriana Aquini disse:

      Izabel, agradeço seu comentário! A Semana de Inovação é um evento incrível, só pude ir em 2015 mas foi lindo de ver! Me proporcionou muito aprendizado e ideias para novos projetos.
      Sobre a campanha de arrecadação de material… teve ainda um sentido humano especial por trás. Colegas de diversos setores, mesmo não trabalhando com inovação, puderem se sentir parte do projeto doando algo. Além disso, muitos aderiram ao Programa de Demissão Incentivada, um momento difícil para a maioria dos colegas, e puderam deixar sua contribuição eternizada para o Connect. Abraços!

Deixe um comentário:

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick