Da toalha do Sérvio… à startup enxuta :)

27 de maio de 2016
 |  Coordenação Sustentação DEIOP

O último post do Sérvio neste blog foi tão legal que, após sua aula definitiva quanto à importância da toalha (e dos nerds) em nossas vidas, nada melhor que falar de startups enxutas.

Várias pessoas de nossa Rede InovaGov já mencionam o livro de Eric Ries em que ele apresenta o que são startups enxutas e no qual cita os cinco princípios que as definiriam, a saber:
1. empreendedores estão em toda parte (inclusive no governo) – partindo da ideia de uma startup é criar produtos e serviços novos em situações de extrema incerteza, ela pode ocorrer em organizações de qualquer porte ou setor;
2. empreender é administrar- startups necessitam modelos de gestão que, inclusive, incorporem a incerteza que as envolvem;
3. aprendizado validado – além de satisfazer clientes por meio de produtos (e de gerar receitas), startups existem para aprender a desenvolver um negócio sustentável – e tal aprendizado deve ser avaliado e validado, para posterior compartilhamento;
4. ciclo de construir / medir / aprender – o qual, uma vez gerido, indicará se a startup deve manter sua orientação ou seguir outro caminho;
5. contabilidade para inovação – uma parte mais “chata”, de suporte ao “filé da inovação”, mas que é fundamental para este último.
Enfim, fica a dica (o post já está ficando longo e em breve comentarei outro livro que estou lendo simultaneamente, “The Service Startup”, de Tenny Pinheiro – tenho receio que logo, logo comece a misturar as duas histórias e seus autores…).

Posts Relacionados



1 Comentário

Deixe um comentário:

INOVAGOV

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick