Crowdfunding - o poder da multidão de realizar sonhos

Crowdfunding – o poder da multidão de realizar sonhos

15 de agosto de 2018
 |  Talita Dantas

Três TedTalks para inspirar você a empreender seus sonhos e a confiar nas pessoas.

Ontem falamos sobre as diferenças entre crowdfunding, crowdsourcing e crowdlaw. Aprofundando um pouco o assunto, hoje trazemos uma trilha de TedTalks que nos ajudarão a compreender melhor o crowdfunding.

O primeiro é TedTalk de Anna Guenther, que explica como o crowdfunding surgiu a partir do crowdsourcing, termo cunhado em 2006 por Jhon Howe. Howe encontrou um jeito mais barato de comprar fotografias. Em vez de contratar um fotógrafo renomado (e caro), para produzir suas revistas, fez um chamamento que incluía fotógrafos amadores. Isso lhe proporcionou mais opções e melhores fotos, por um custo bem inferior.

Segundo Guenther, crowdsourcing consiste em devolver o poder para a multidão. O crowdfunding, por sua vez, envolve trazer dinheiro para a equação, sair da introspecção para a colaboração – dialogar com seu público, para concretizar o interesse de ambos.

Para Anna, o Crowdfunding irá mudar o mundo, porque nos permitirá realizar aquilo pelo que somos realmente apaixonados. E quando estamos apaixonados, as pessoas tendem a acreditar em nós, a comprar nossas ideias.

Um indício de que Anna provavelmente está correta é o relato emocionante de Amanda Palmer, que conta como sua experiência com financiamento coletivo foi, na verdade, uma experiência de conexão humana.

De acordo com Amanda, uma artista que decidiu abrir mão do selo de uma grande editora e dar sua música de graça, sem medo de não receber nada em troca. Precisamos correr o risco de sermos vulneráveis, de pedirmos sem vergonha.

Pedir sem vergonha, ser vulnerável, aceitar a imperfeição, saber correr riscos, saber confiar. Isso é a berço da inovação, da criatividade e da mudança, de acordo com Brené Brown. Em seu TedTalk, ela nos ensina sobre como lidar melhor com a vergonha e aceitarmos a nossa vulnerabilidade.

E aí, pronto(a) para tirar os sonhos do papel?

0

Posts Relacionados



0 Comentários

Deixe um comentário:

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick