Blockchain, criptomoedas e governança

30 de maio de 2016
 |  Coordenação Sustentação DEIOP

Com a chegada de criptomoedas como o Bitcoin, todos ao redor do mundo
podem negociar uns com os outros, sem qualquer envolvimento de um
intermediário tradicional, como bancos, intermediadores de pagamento ou
árbitros. A
tecnologia por trás do Bitcoin que torna tudo isso possível – o
Blockchain
– garante que as funções essenciais do “intermediário
confiável”, sejam totalmente automatizadas pela internet. Assim, essas
funções são livremente acessíveis, disponíveis e programáveis, assim
como a própria internet.

Diferente de
modelos representativos tradicionais de governança, em que o sistema de
auditoria e análise de balanços são feitos por terceiros, a contabilidade do Bitcoin é distribuída diretamente e
exercida por toda a rede, sob a forma
de consenso. Isso
remove pontos únicos de falha e proporciona uma segurança bem melhor que os
sistemas existentes.

A animação abaixo explica como isso funciona, além de mostrar outras aplicações práticas.

 

Ainda não entendeu direito? Que tal participar do inovaDay sobre o tema? O evento, promovido IGovSP, acontecerá em 3 de junho. Para saber mais, clique aqui. Lembramos que o evento será transmitido ao vivo pelo site: www.igovsp.net/inovaday/ao-vivo

Posts Relacionados



2 Comentários

Deixe um comentário:

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick