ANAC utiliza o Design Thinking para inovar na criação de normas internas

11 de março de 2017
 |  Coordenação Sustentação DEIOP
A Agência Nacional de Aviação realizou em 20 de fevereiro de 2017, a primeira oficina de ideação com Design Thinking no âmbito da iniciativa InovANAC, conjunto de ações para a promoção da cultura da inovação na Agência Reguladora.
Com o desafio “Como podemos repensar a capacitação de servidores em cursos de graduação e pós-graduação na ANAC?“, a oficina abordou o projeto de revisão da Instrução Normativa nº 79, que trata de procedimentos e critérios para a capacitação em graduação e pós-graduação no País e autorização de afastamento de servidores em exercício na Agência para pós-graduação stricto sensu, no País e no exterior, e lato sensu, no exterior. A apresentação com as atividades da oficina podem ser acessada por meio deste link
O objetivo do projeto de revisão da IN 79 é criar uma norma mais moderna, menos burocrática e que tenha modalidades de incentivo mais atrativas, procurando estimular os servidores a realizarem cursos de graduação e pós-graduação de interesse da Agência. Com o uso do Design Thinking, os participantes repensaram o desafio inicial e estabeleceram diversos pontos de vista, sempre com a perspectiva centrada nas pessoas. Essa etapa precedeu a fase de ideação e prototipagem, em que os participantes, divididos em grupos, criaram e desenvolveram novas ideias em forma de protótipos.
Nem todas as ideias geradas pelos servidores foram relativas à capacitação em cursos de graduação e pós-graduação. Também surgiram ideias para melhorar a estrutura e o planejamento da capacitação, da gestão por competências e da gestão do conhecimento, de forma a estimular o compartilhamento de conhecimentos. Todas as ideias serão armazenadas, analisadas e encaminhadas de acordo com o assunto. 
Na avaliação final do evento, os servidores destacaram como pontos positivos que a oficina representou a abertura de um canal de comunicação com a Superintendência de Gestão de Pessoas e permitiu a criação e a exposição de várias ideias — além de ter proporcionado a participação de servidores de diversas superintendências, por meio de uma metodologia de inovação.
Após a oficina as ideias criadas estão sendo avaliadas, categorizadas e iteradas para que as ideias viáveis e possíveis sejam incorporadas na revisão do normativo e depois desconstruídas em procedimentos com o objetivo de tornar os processos mais ágeis. Apenas após a conclusão deste trabalho é que será trabalho o texto normativo em si.  Dessa forma, a ideia é assegurar que os servidores – que são os clientes impactados norma – participem mais ativamente do processo, desde o seu início, ao invés de serem apenas consultados após uma minuta já pronta do normativo e também assegurar que a nova norma atenda tanto as necessidades da Agência quanto às expectativas dos servidores.

Posts Relacionados



1 Comentário

Deixe um comentário:

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick