A mais longa inovação

08 de março de 2016
 |  Coordenação Sustentação DEIOP
Qual seria a relação entre do Dia da Mulher e a Inovação, nosso tema central?

Sabemos que a ideia de criar o
Dia da Mulher surgiu no contexto das lutas femininas por melhores
condições de vida e trabalho, e pelo direito de voto.
Desde o início, a ideia foi impulsionada pela necessidade da luta pela igualdade de condições entre os gêneros.
Em 1977 as Nações Unidas
tornaram o dia uma comemoração internacional das conquistas sociais,
políticas e econômicas das mulheres.

Então o Dia Internacional da Mulher tem tudo a ver com a nossa especialidade.

Que bom seria se não fosse o caso.
Que felicidade se a igualdade entre homens e mulheres fosse corriqueira e tradicional.
Mas é, na verdade, uma inovação ainda em fase de desenvolvimento.
Desde o fim do século XIX, lenta e dolorosamente, essa inovação é tocada.
A premissa central se
comprova tanto em estudos acadêmicos quanto no dia a dia: a de que tudo
funciona melhor quando as mulheres participam – educação, saúde,
produtividade e até mesmo o crédito e o bom governo.

Mas mesmo assim a resistência é feroz e cada passo é dado sob a ameaça de um retrocesso futuro.
É possível que seja essa a
inovação mais revolucionária e mais acessível, tanto no nível público,
quanto no privado, e com certeza é a mais longamente adiada.
Ultimamente, porém, vimos sua
implementação acelerando exponencialmente, alçando espetaculares vôos e
atingindo áreas que se acreditavam atoladas para sempre no mais grosso
machismo.
Parabéns, então, às mulheres, por conquistarem cada vez mais do que nunca deveria ter-lhes sido negado – que essa importantíssima inovação, a igualdade de condições e oportunidades – seja o arroz com feijão das gerações futuras!

1

Posts Relacionados

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick