A importância do governo conectado!

A importância do governo conectado!

03 de maio de 2018
 |  Manoela Hartz

É praticamente um consenso que, atualmente, os governos são redes que se conectam com outras redes e atores (empresas, servidores públicos, cidadãos que demandam por serviços públicos, etc). No entanto, essa forma de interação está sendo eficiente para a implementação de políticas públicas que atendam às necessidades dos cidadãos?

Que tal aproveitar novas ideias e tecnologias para repensar o governo? É o que fez o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao criar, em 2012,o Presidential Innovation Fellows (PIF) a fim de reunir os funcionários mais inovadores do governo para desenvolver, em conjunto com cidadãos, propostas de soluções e implementá-las, com o apoio da estrutura do governo. Dentro do conceito da inteligência colaborativa e desenvolvimento ágil,  o Programa reuniu equipes em um ambiente colaborativo para trabalhar em uma ou mais iniciativas demandadas pelas comunidades.

Este movimento de reunir pessoas para descobrir soluções simples para um mundo cada vez mais complexo tem ganhado força na Europa. Na França também está em andamento o Corporate Hacker que tem como pilares: dar sentido ao trabalho, recolocar o humano no centro das organizações e criar uma economia mais equânime. O governo francês também está atuando nesta linha, e recentemente publicou o manifesto pela inovação pública com 12 pontos, sendo 7 valores e 5 desafios.

Nós não podemos ficar de fora desse movimento! Em se tratando de serviço público, não vale a pena pensar em tecnologia desconectada das necessidades do cidadão. Leia mais!

 

0

Posts Relacionados



0 Comentários

Deixe um comentário:

Assine nossa revista


POSTS PUBLICADOS

Agencia Mobidick